E se um dia eu te amar?

14678795827_4a93738488_k

E se um dia eu te amar? Ah, sei lá. Quero fugir de todas as coisas que me fazem querer morrer por dentro e, ao mesmo tempo, quero abraçar bem apertado aquela vontade de levantar a cabeça, passar um batom vermelho e morrer de amor.

E se um dia eu te amar? Ah, quem sabe? Não tô pronta para ser feliz ainda. Essa dorzinha no peito de quando meu coração vai se apagando aos poucos às vezes me faz bem. Eu corro pra cama da mamãe, ligo o ar-condicionado e ela me conta sobre como todos os caras queriam ficar com ela em um passado não tão distante. E ali, eu e ela, ela e eu, trocando confidências e lamentações. Trocando conselhos e dividindo uma panela de brigadeiro. Ali eu tô feliz!

E se um dia eu te amar? Sai fora, perdedor! De agora em diante eu não amo mais. A partir de ontem eu decidi só viver para dentro de mim mesma e tentar descobrir o porquê desse marasmo que não me deixa colocar um salto tamanho 12, um vestido bem apertado e sair para dançar. Decidi entender porque eu tô presa no meu próprio achismo de não ser boa o suficiente.

E se um dia você me amar? Para com isso, eu não amo ninguém e ninguém me ama. Sou inamável. Sou aquela que jamais vai realizar tudo o que quis aos 25, porque eu já tô com quase 25 e quero tanta coisa. Cada dia eu quero mais. Cada dia eu faço menos. Cada dia eu sofro mais. Cada dia eu rio mais. Cada dia eu mudo mais. Cada dia eu sou uma.

E se um dia você me amar? Já digo logo que você é louco. Louquinho de pedra. Ninguém normal vai se afundar na imensidão dos meus problemas. Ninguém normal vai querer comer hambúrguer e frango frito às 4 da manhã depois de uma maratona de TV.

E se um dia a gente se amar? Eu digo que você não é normal. Que você tá se arriscando muito em resolver juntar a sua vida com a minha. Dois anormais não fazem um normal. Mas quer saber? Dois anormais tentando descobrir o certo e o errado me parece mais excitante do que uma vidinha mais ou menos regida pelas leis mudas da sociedade.

14923275302_0c651a2e4e_k

E fique ciente de que uma vez aqui, vai ser difícil me entender, mas se você olhar por outro ângulo, pode ser que dê certo. Tá bom! Eu me rendo! Pode chegar junto! Mas traz aquele doce de leite que eu gosto se não eu nem te deixo entrar.

Beijos,

assinaturaemail

Anúncios

2 comentários sobre “E se um dia eu te amar?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s