Tá falando comigo? #2 – Categorizar é normal (mas às vezes faz mal)!

Sim. E hoje a gente vai conversar (só vira uma conversa se alguém comentar kkkkkk) sobre a mania que temos de dividir TUDO em categorias, mesmo que sem querer. Nós temos o nosso TOP 10 de restaurantes (aquele que é para comer bem, aquele que é para ser vista, o melhor japonês, o maître mais gatinho e por aí vai), temos o nosso TOP 10 baladas (aquela com a melhor música, aquela para ver vista, aquela que tem os melhores shows…), temos o nosso TOP 10 compras (as lojas que só namoramos a vitrine, as que compramos uma saia verde limão longa e que virou sua nova paixão, as que compramos sapatos para o dia-a-dia, as que compramos sapatos para festas…) e MUITAS outras. Essa semana eu estava conversando com uma amiga (beijo, você sabe quem! Não vou citar nomes porque adoro uma ceninha e to me sentindo muito Gossip Girl no momento) e, papo vai-papo vem, ela comentou que o atual pretendente dela está na categoria “importa, mas não muito”. E, gente, eu AMEI! Só aí eu me dei conta que eu tenho categorias para homens também: “quem é você?”, “importa” e “SAI DAQUI!”. Foi então que bateu a inspiração. Corri pro whatsapp e mandei a pergunta no grupo das BFF’s: meninas, alguém aí tem categoria no quesito relacionamento? E TODAS elas me mandaram alguma coisa; na lista abaixo, selecionei as melhores (e claro, publicáveis kkkkk) e mais divertidas.

As minhas:

“Quem é você?” – é direcionada a todos os caras que já chegam me chamando de princesa/linda/amor ou pior ainda COISINHA LINDA (gente, coisinha linda é de matar). Não te conheço, cara. Vaza!

“Importa” – é aquele que é seu amigo e que você imagina que pode rolar alguma coisa. Sou do tipo que só tenta algo mais com alguém que já compartilho uma histórinha (amigo, amigo de amigo e etc).

“SAI DAQUI!” – essa é para quem chega se achando a bunda da Kim Kardashian. Não importa se é amigo de amigo, se vocês estudaram no mesmo colégio, se ele é músico (kkkkkkkk)… Se chegar querendo ser o maioral, saio fora na hora! Ah, se o tal estiver usando camiseta de super-herói/memes famosos, talvez seja interessante deixar passar da primeira impressão! (Fontes seguras, gente! FONTES SEGURAS!)

 
categorias - Cópia

Vale ou não uma chance? hahahaha

Vamos às contribuições das amigas:

“Importa, mas não muito” – é para o tipo de pessoa que está na sua vida, mas se não estiver também não tem problema. (#coitadinhodele #maldade #useeabuse #chegadehashtag).

“Saudade de domingo” – essa é para aquele cara que você liga no domingo e diz que quer vê-lo porque ESTÁMORRENDODESAUDADE. Ambos sabem que, na segunda, não vai rolar café da manhã/almoço/drinks. Foi só para “a saudade de domingo” mesmo.

“Enjoei, mas ele é fofo” – essa é para aquele que já deu, mas como ele te manda mensagem durante o dia, te liga quando sente falta, te convida para um cineminha na sua sexta-sem-planos… Você o mantém ali pertinho, mas fica se matando de remorso pelo seu egoísmo (beijo, D****** kkkkkk).

categorias - Cópia (2)

Jake Jagielski, o eterno fofo que a Peyton dispensou!

“Bom para: insira aqui a sua necessidade” – gente, eu vou colocar exatamente como recebi:

Sabe cheque, meninas? Que você preenche a data e escreve “bom para tal dia”? Então, essa é a ideia do homem “bom para”; bom para cama, bom para jantar, bom para conversar, bom para ser amigo, bom para viajar, bom para beber vinho, bom para me levar para casa quando meu carro quebra, bom para o que eu estiver precisando kkkkkkkk

HAHAHAHAHA pode isso, gente? Ela super incorporou a Allegra. Não sei se eu fiquei mais surpresa com a frieza ou com o fato que ela ainda usa CHEQUE!

“Motorista” – essa é uma ramificação do “Bom para”, mas com foco na arte de levá-la para casa. A talzinha (beijo, J****) dava conversa para um carinha só porque ele ia buscá-la na faculdade. Depois de um mês ele se tocou e mandou ela pastar. #bemfeito #interesseira #misspontodeônibusagora #aprendeadirigir

categorias

Vai uma carona aí?

“FDP” – gente, essa TODO MUNDO se identifica. O FDP é aquele que também tem uma categoria e você provavelmente está em alguma das que se seguem: “Peguei e não quero mais”; “Boa para”; “Só ligo quando quero”; “Peguete”.

É, eles também têm suas preferências, joguinhos e categorias injustas.

Percebe como tudo é uma bola de neve? A gente julga daqui e eles julgam de lá… E essa loucura denominada de “relacionamento” vai seguindo seu curso até um dos idiotas (ele ou ela) perceber que tá amando de verdade.

Outra coisa, eu quero deixar claro que todas essas categorias são apenas uma maneira divertida de encaixar nossos paqueras/casinhos/situaçãoindefinida/écomplicado e que, em nenhum momento, isso foi pensado para diminuir o valor de alguém (principalmente de vocês, meninos!). Como tudo na vida, as categorias também são passageiras (restaurantes fecham e outros abrem; boates perdem o DJ perfeito, mas outra o contrata; uma loja faz uma péssima coleção e outra te surpreende com lindas estampas… É desse jeito, gente!). Ah, assim como o tal que chegou na sua vida com um belo “SAI DAQUI!” pode ser promovido para uma que eu acabei de criar, e que se encaixa perfeitamente na verdade, “TE AMO EXATAMENTE COMO VOCÊ É”. ❤

Beijos,

assinaturaemail

 

Anúncios